As tecnologias e a educação a distância


O uso das novas tecnologias de informação e comunicação (NTICs) pode potencializar o aprendizado, principalmente na educação a distância, modalidade de ensino que mais utiliza as NITICs pelo fato de favorecer a comunicação superando as barreiras geográficas e limitações de tempo. No entanto, há quem confunda autonomia e solidão, acreditando que o aluno autônomo estuda totalmente isolado da turma e dos professores, o que não é a realidade desta modalidade.

A verdade é que a educação à distância (EAD) envolve ao mesmo tempo a autonomia dos alunos e a interação entre eles e com o professor, seja de forma virtual, como fóruns, e-mails e chats, ou de forma real, através de grupos de estudos, trabalhos em grupos, aulas presenciais, oficinas, seminários e etc. 
A educação a distância é uma modalidade de ensino que dá aos alunos várias opções de fontes de conhecimento, das quais ele deve aprender a pesquisar, conhecer, selecionar e analisar, criando assim autonomia.
A EAD faz com que o professor reconsidere seu papel, trocando a posição de instrutor pela de mediador. Ele usa mão das tecnologias para despertar a atenção do aluno, a curiosidade, a observação, e principalmente a reflexão.
Na EAD o processo de construção do conhecimento ocorre de forma diferente da educação tradicional, pois o professor deixa de ser o detentor do conhecimento e passa a ser o mediador. E o aluno compreendendo o seu próprio processo de aprendizagem percebe-se sujeito do processo.
Erica Bosi

Comentários