Aprenda a lidar com seu filho adolescente - 15 dicas incríveis







A adolescência geralmente é uma fase complicada, pois as mudanças não são apenas hormonais, como psicológicas também. Lidar com um filho que oscila entre a infância e a juventude pode ser um desafio se você não compreender as suas mudanças e não souber ser a base que ele precisa.
Segue abaixo algumas dicas sobre como lidar com o filho adolescente, de modo que vocês passem por esta fase de forma tranquila e aumentem os laços de afeto entre vocês.

1- Conheça seu filho

Mostre interesse (sem críticas) pelas roupas que seu filho usa, as músicas que ouve e a visão que tem sobre o mundo. Observe-o com carinho e atenção. Tente ver as coisas sob o ponto de vista dele, tente entende-lo. Talvez você se surpreenda positivamente com o tipo de adulto ele está se tornando.

2- Mantenha-se por perto

Mesmo que o jovem converse pouco e se isole da família, é importante que você mostre-se presente e puxe conversa. Pergunte como foi o dia, deseje boa noite, mande uma mensagem pelo WhatsApp do tipo “saudades” ou “pensei em você agora” .

3- Saiba argumentar

Aprenda ouvir e argumentar. Adolescentes costumam discutir por acharem que estão sempre com a razão. Mostre a ele que você é maduro, que sabe conversar calmamente e explicar o seu ponto de vista com bons argumentos.
 

4- Imponha limites

O ideal é que você converse com o adolescente e estabeleçam as regras juntos. É importante ser claro e coerente ao impor uma regra ao seu filho e explicar quais serão as consequências caso ele desrespeite. Seja firme. Os pais são a autoridade dentro de casa.





5- Exija responsabilidade

Moças ou rapazes, devem aprender a ter responsabilidade desde cedo. Além das tarefas escolares é importante que tenham compromisso com alguma tarefa doméstica, como lavar louça, varrer o quintal, limpar o banheiro ou no mínimo arrumar o próprio quarto. Saiba que estas tarefas também são como um preparo para a vida adulta, independente da situação financeira.
Também é legal aprenderem a ter responsabilidade com os membros da família, seja um irmão mais novo ou um idoso. Pequenos compromissos e cuidados com o membro familiar ajudam o adolescente criar um senso de responsabilidade e aumentar os laços de afetos.


6- Seja positivo

Os pais devem impor regras e cobrar responsabilidades dos jovens, mas não precisam fazer isto o tempo todo. Isto é chato! É preciso ter a hora da bronca, da conversa sadia e da diversão também. Quando os pais são extremamente autoritários e chatos, os adolescentes tendem a mentir ou ocultar certos detalhes da própria vida, por medo da repressão. Muitos preferem desabafar e pedir conselhos para estranhos do que se abrir com os pais, por os jugarem caretas ou bravos demais.
Seja amigo dele e mostre que pode contar com você em qualquer situação.


7- Estimule a criação de pequenas metas

Muitos adolescentes não querem saber de nada, nem estudar. Sente-se desmotivados por falta de visão de futuro, falta de sonhos. Ou até sonham, mas não sabem estabelecer metas e concluir tarefas até o final. Por isto é importante que os pais estimulem e orientem a criação de pequenas metas, como: terminar um curso, juntar dinheiro, melhorar as notas, ser mais organizado, dormir mais cedo, etc.

8- Aprenda com seu adolescente

Mostre satisfação por aprender algo novo com ele. Se abra para novos pontos de vista e novas possibilidades. Deixe que te ensine a mexer em uma nova tecnologia, assim ele se sentirá valorizado.


9- Valorize cada conquista de seu filho

É importante mostrar que você torce por seu garoto(a) e se alegra com as conquistas dele, mesmo que a meta dele seja pequena. Todo incentivo é importante. Se ele não tem o hábito de concluir uma tarefa, mas conseguiu terminar pela primeira vez, isto deve ser motivo de comemoração.


10- Conheça os amigos dele

Conhece aquele ditado popular “Diga-me com quem andas, que te direi quem és”? Pois então, as companhias influenciam muito em nosso comportamento. É bom conhecer bem os colegas de sua cria e se possível fazer amizade com os pais deles também. Caso note algum comportamento inadequado da parte deles, converse calmamente com seu garoto(a) e peça para que ele fique atento e procure se envolver com pessoas mais adequadas.


11- Saia da rotina

É importante ter momentos divertidos e de parceria com seu filho, criar situações em casa que fuja da rotina, proporcionar conversas mais descontraídas. São nessas horas que os filhos costumam se abrir para conversas

12- Silencie

Hábitos como: falar com um volume muito alto, ouvir músicas altas e gritar quando estão nervosos, podem causar estresse e dor de cabeça. Todos nós precisamos de um momento em silêncio para pensar na vida, para estudar ou para se concentrar em algo importante. Se sua família é barulhenta demais, estipule o horário do silêncio. “Depois das 20 horas, nada de barulho.”

13- Seja flexível

Mostre flexibilidade ao conceder liberdade ao seu filho, conforme o seu merecimento. Às vezes vale a pena ceder um pouquinho, desde que se combine algo antecipadamente.


14- Desacelere

Os genitores geralmente tem uma vida corrida e atarefada, mas não é legal transmitir esta agitação para o filho. Ele merece ter um momento de descanso, isolado ou junto da família. Só não é saudável acomodar-se demais e ficar sedentário.



15- Seja exemplo

Pais desmotivados acabam desmotivando os filhos. Pais irritados acabam causando estresse no lar. Seja aquilo que você quer para seu filho. Mude seus hábitos se for preciso, mostre para ele que você é esforçado, que está sempre disposto a aprender e é capaz de admitir quando está errado.

Erica Bosi

Se o texto foi útil, deixe o seu comentário :)


Comentários